MENSAGEM DO MENTOR CHRISTIAN REIS

 POR SEU FILHO ESPIRITUAL FICASEO



Quando nós mentores fomos designados

pelo senhor meu Pai a vir para terra,

Temos que antes de tudo, ter fé naquilo

que vamos fazer, ter fé em nossos filhos.

Acreditar na lapidação dos corações,

 acreditar que o amor vai sobreviver a tudo,

vai passar por tudo, vai ser mais forte

do que qualquer maremoto do que qualquer vulcão.

 

Ao contrário, do que muitos humanos pensam.,

somos nós espíritos de luz, nós mentores,

que temos que ter fé em cada um de vocês.

Porque vocês, são uma partícula de um mentor,

são uma partícula de Arcanjo.

A vocês é destinado na terra

esculpir o maior dos edifícios...

 

As pétalas das quais fui recebido são lindas,

Mas, os espinhos certamente ficaram sobre vossas mãos.
Porque já ficaram sobre as minhas mãos,

já ficaram sobre meus pés, já ficaram sobre minha face.

Eu já passei milênios, de aprendizado, de amor, de carinho, de fraternidade,
de companheirismo e, nisto,

eu criei a essência do bem, a essência do amor,

e fui recebido nos céus como ministro do amor.

 

Meus filhos, não pensem naquilo que nós espíritos

possamos fazer por vocês...

Pensem naquilo que vocês próprios, cada um,

podem fazer por vosso próximo...

Pensem, que têm os braços perfeitos, as mão perfeitas,

que têm dentro do coração as minhas bênçãos,

o meu nome e que são meus filhos.

 

Que representam à terra o amor, não a covardia.

Que representam na terra o progresso, não o regresso.
Vocês são a palavra de Deus viva,

a essência viva da fonte do amor.

Através de vossos atos, através de vossos dias,

de vossas horas, de vossos minutos.

Que os anjos podem através de vós e,

os espíritos superiores, trabalharem

pelo aperfeiçoamento da humanidade.

 

Ao serem batizados como filhos do Mentor do Amor,

não quer dizer, simplesmente, que eu vos ofereça

aquilo que me é mais simples:

O paraíso e uma cadeira no ministério.

Nem pensem em vos oferecer isso agora!

Porque o trabalho na terra ainda é longo,

ainda vai exigir muito de vossas mãos,

ainda vai exigir muito de vossos pés...

 

Certa vez...

Estava peregrinando, peregrinando, com meus filhos e,

na estrada de Damasco, surgiu-me Lúcifer...

e, ele disse-me:

- Eu te darei o reino...Eu vos darei ouro...

Eu vos darei as pedras mais preciosas...

Eu vos darei mulheres, luxúria...

 

Ajoelhei-me... e, respondi ao anjo Lúcifer:

- Não quero nada disto...

 Porque já tenho meu Pai...

E tenho meus filhos e, são em meus filhos

que tenho em que depositar a minha fé, o meu amor,

a minha resignação.

Não quero tudo que me ofereces de forma fácil.

Porque todas as minhas conquistas

haverão de ser difíceis para que elas tenham valor e,

não só, as minhas conquistas. Mas,

como as conquistas daqueles que me seguem

daqueles que serão meus filhos e,

dos que hoje já são meus filhos.

Que graça haveria, de receberdes, de ti, tudo isto,

se é pura imaginação, se é pura fantasia...

Porque teu reino é o reino do inferno,

é o reino dos desprezados, é o reino do desconsolo,

é o reino dos avarentos, é o reino dos pecadores.

E o meu reino, é o reino do bem, é o reino do amor.

Vou galgar a posição que meu Pai me der.

Mas, por meu próprio esforço, não quero nada fácil.

Volta pro teu reino!... Senta no teu trono,

que achas que é teu, porque até isto,

vos foi dado por meu Pai!...

Saia de meu caminho,

porque um dia nos encontraremos e, de nós,

só sobrará um.

E certamente serei eu, porque eu não vos temo,

porque sou filho de Deus!...

 

* * * * *
 

Christian Reis

enviado por Ficaseo

Gravado em 1999.


* * * * *

 



 





Publicado: 06.04.2006