.
 
 

11. Guerreiro do Amor

(Sávio Assad)

 

 

Sinto o corpo ardente de batalhas vividas.

Sinto o palpitar de um coração vadio a procura de batalhas.

Um guerreiro a procura do seu coração.

 

Sangraremos juntos nas asas do prazer e do gozo,

Galopando entre montanhas e árvores verdejantes

A procura de nossa felicidade.

 

Carrego seu corpo em minha mente

E suas carícias envolvem o meu destino

Com beijos quentes abrasando o meu destino.

Niterói - RJ - 15/08/2006

 

*****

12. Poeta  Guerreiro Sedutor
Schyrlei Pinheiro

 Te amo!
 Por colocares diante de meus olhos
teus encantos,
levando-me ao céu da poesia,
onde cada estrela
é uma letra de amor,
que toca uma canção
com a magia do luar
que nos une sobre as nuvens,
 ao sol  que aquece nossos sentimentos,
ouvindo o mar murmurar paixão,
ou na terra, que aposta nesta grande emoção,
ao sentir a vida flutuar além da imaginação,
 inquieta, ardente,pedindo bis, amando-te,
aplaudindo a loucura escrita no papel,
 sem poder esconder a verdade
 que nos faz felizes,por te ler, ver e saber
que és a luz, e que todo teu amor,
simplesmente nos  seduz. entre linhas,
paralelas


 http://geocities.yahoo.com.br/schyrleipinheiroamigos/index.htm

*****

13. GUERREIRA
(Carvalho Branco)
 
 
Já lá se iam anos,
idade dos namorados...
Algo cresceu em meus seios,
rasgando carnes e panos,
  semente de apaixonados...
Eram desejos, anseios,
que ao mundo vinham, alheios
à pertinência dos veios
  pra serem realizados...
 
Quem nunca sentiu temor,
atire a primeira pedra...
Abram alas ao Amor,
que em meu coração já medra...
Busquei a Força dos deuses,
revesti-me da armadura
dessa emoção tão mais pura...
  pra suportar os adeuses...
Ergui alto a minha mão,
 empunhando, da paixão,
a espada reluzente,
chama ígnea ardente...
 
Com ela abri caminhos
  pra podermos caminhar...
Embaraços,desalinhos,
Tudo venci para amar...
   Tornara-me, então, guerreira...
que pega em arma e bandeira
por direito de se dar...
Nesse idílio que promete
tudo doar e alcançar,
o tempo usa charrete,
pra poder mais demorar...
 
Sou artista em toda essência
e na Arte marcial,
busco mais eficiência
   no usar de meu bornal...
 Dentro dele tem magia,
salta fora  a poesia
pra poder se derramar
por sobre corpos desnudos,
em cujos poros, a brilhar,
escondem-se gritos agudos
dessa loba a ciar...
 
Na guerra, refazem-se planos,
esquecem-se os desenganos,
vitória a saborear...
Tu e eu nesse concílio,
sem não mais querer parar,
soldados somos do idílio,
estratégia a preparar...
 
 *****

14. Guerreira
Alzirita Travassos
 
 
Preciso libertar-me
dessa paixão corrosiva que me impede de caminhar.

Animal esquivo,
abdiquei dos meus ideais juvenis.
Quebrei os vínculos sem olhar pra trás
desistindo da felicidade fugaz.
 
Sou uma fera-ferida pelo preconceito humano.
Sufoco minhas mágoas e desilusões sofridas
num gemido contido no meu peito dilacerado,
espezinhado.
 
 
Sou metade mulher/metade fera.
Tenho garra para superar essa paixão doentia.
Meu instinto é mais forte!
Animal domesticado?
Nunca serei!
 
- Guerreira... Sou -.
 


Alzirita Travassos
act@wnetrj.com.br

Barra da Tijuca, 16. 08. 06 - RJ.
 
******
 
15. Olívia
 
Coração terno e meigo, alma doce, olhar sereno.
Sorriso pequeno e tímido, passos lentos, sempre, atentos e altivos.
Pouco falava, muito sorria.
Sentada ao teu lado te ocupava com minhas histórias e recebia de ti sabedoria.
Saudades dos tempos de menina onde tudo parecia caminhar lento.
Hoje, imitando seus passos vejo que por vezes corro contra o tempo.
Perco momentos como aqueles que tivemos, tão preciosos e que gostaria de revivê-los.
A candura, o afago, a cumplicidade se perdem ao longo do dia.
A intolerância da vida afoga sentimentos, reduz as expectativas e emudece.
A violência incontida desequilibra e afasta o tempo.
O tempo de se sentar, se acalmar e de se contar histórias de vida.
Flutua no tempo na morte esquecida, Olívia, Olívia, Olívia...
 
 
MARIA INÊS POSSOLO.

*****

 
16. Egotrip

Eis-me aqui, diante de mim!
Desprovida de todo o sentimento,
Alma nua, num eterno lapidar,
Buscando meu ego, meu EU, meu pensamento.

Olho-me no espelho, mas não me reconheço,
Há muito já não vejo em nós as semelhanças,
Quem sou eu??? Olho, analiso, repenso,
Sou alguém que sobrevive de esperanças.

Desnudando os sentimentos, a alma em festa,
Sobrevoando, leve, por todos os meus dias,
Revendo dores, alegrias, sonhos e dissabores,
Redescobrindo um velho baú com antigas poesias.

E, nessa egotrip de proporções poderosas,
Vejo tudo de mim: o belo e o feio...
Muito me assustam as sombras obscuras,
Mas, também me consolam as luzes maviosas.

Uma busca incessante, alucinada,
Mas, que a cada dia mais me entusiasma.
Afinal, sou eu dentro daquele espelho,
E, a qualquer momento, será inevitável, nos encontraremos.

Nessa luta, não há vencidos ou vencedores,
Apenas guerreiros cansados e enlutados,
Choram suas perdas, mas, festejam suas glórias,
Será sempre assim, sem vitória e sem derrota!


(escrito aos 31/01/2005 às 15:16 horas)

Akasha De Lioncourt
Publicado no Recanto das Letras em 07/04/2006
Código do texto: T135094

*****

17.

No calor dos teu braços me esqueço
e neste momento sou um pouco de paz
e nesta paz, junto a ti eu me aqueço
e vivo apenas o que no amor se faz.
 
Neste amor eu de mim me perco
e nem mais sei quem sou
sou apenas de ti o poder do eco
vivendo o momento aonde estou.
 
Não sei mais se sou homem ou mulher
pois estou entregue apenas ao sentimento
dou a ti aquilo que no momento quiser
sem me perder em qualquer pensamento.
 
E nas cavalgadas do amor
desbravando os nossos corpos seguimos
dividindo um tanto de prazer e dor
nos entregando apenas ao que sentimos.
 
®Rick Steindorfer 

*****
18.Pensamentos de Amor 2
ana ferreira trindade - Lisboa/Portugal

"  Se um dia te sentires só, triste, abandonada ou mal-amada, nunca desesperes porque um dia encontrarás o "Amor guerreiro" que lutará por ti. Então, poderás descansar as tuas mágoas no seu colo e acreditares que ele existe e que o "Amor Sentimento" sempre acontece, quando uma mulher persiste ... "

*****
 
19. JARDINEIRO DOS ABRANDAMENTOS


Ontem
Minha vida era um jardim deserto
e álgido vento ressecava
as folhas verdes da minha esperança...

Ontem, ao tempo aberto
oscilavam ao úmido ar,
as hastes nuas
das flores de minha alegria
e no nada, plantavam-se aéreas,
as raízes de minhas incertezas...

Ontem
Pendiam flácidas, as vagens
nos inertes hastís dos meus ideais
e as débeis sementes de meus sonhos
escorriam pelas margens dos canteiros...
Meras e vágeis bagas:
meus sonhos despontuais,
sem destinos e nem crenças!...

Hoje
Chegaste acendendo o sol às leiras
e a serenidade é-me plenitude!

Hoje,
porque vieste
- Mensageiro do meu abrandamento-
 e passaste lado a lado
em minha alma,
os teus passos enterraram
as sementes lassas de meus sonhos soltos,
e onde estão, agora germinam esperanças,
em minh'alma canteiro!

Hoje
Erguem-se em mim,
anímicos bosques florais...
Serpenteiam entre as flores,
Vigorosos, os meus ideais
e voltaram a imperar, em meu íntimo,
as grandes certezas!

Hoje,
quer cantar a minha alma
e falar de alegria!...
Quer poder abraçar e dançar a poesia,
em seu ritmo!...
Quer mais tempo a olhar
o que há de bonito!...
Quer a todos levar o que lhe move a estesia!...

Hoje, Mensageiro,
quer minh'alma levar os lampejos fraternos,
refletir as luminescências das cores primeiras...
evolar os aromas florais das votivas boninas
do jardim em meu íntimo,
ante a primavera, de que és Jardineiro!

Maria Mercedes Paiva
(Eme Paiva)
17.08.06

*****

 
20.GUERREIRO DA LUZ DO AMOR.
José Carlos Barbato
 
 
Sou guerreiro da Luz do Amor
Sou um Homem, que acredita no ser humano,
Mesmo que todos os momentos, digam que não
Sim, acredito, no poeta, na mulher, no guerreiro...
No amor, e na natureza, na humanidade, etc...
Tenho a fé e a esperança, de um guerreiro, com coração
aberto, para com amigos ou inimigos se aliar,
na luta comum, para um bem maior...
No amor, mesmo solitário, da  minha Amada, na menina morena,
natureza menina, na mulher forte, e na criança que abita...
nossos espíritos guerreiros,
Tenho a força do guerreiro da Alma do espírito de Luz,
Vejo, enxergo no brilho, no reflexo da iluminação,
No poeta  guerreiro sedutor, nas guerreiras, nos guerreiros
na batalha, nos guerreiros do idílios,na guerreira do amor terno,
na sina dos que amam, na guerreira em fuga, no amor, sublime amor
no guerreiro da paz, nas guerreiras sem armas, no anjo guerreiro que grita
confundindo o guerreiro para o bem ou para o mal, mais são
eternos guerreiros, pois sabem sua decisão sem medos de errar,
mulher guerreira,homem guerreiro,guerreiro do amor,guerreira decidem sem medo, pois sabem que sua decisão é solitária como no Amor !
vida de guerreiro se confundem com de poetar,
pois somos eternos Poetas, guerreiros, Amor !!!
viva: Os guerreiros da luz do amor!
 
Santos/Sp
 
*****