.
 
21. Guerreira O Sou!
 
Sou guerreira, pois lutei com a morte!
Fui e voltei daquele lugar mortal,
onde se disseminava a loucura
crua e nua, me fazendo ser, como tal!
 
Um dia, Jesus me tomou pela mão,
me deu a cura,
me fez sentir bela, boa, curada, sã!
Como milagre de amor...
 
Voltei!
Estou aqui, como brava guerreira,
rasgando os dias, levando o amor,
como mensageira,
 poeta do hoje e do  amanhã,
dando alívio aos necessitados,
entendendo a minha missão
de voltar e dar amor
sem omissão!
 
Aqui estou!
Cumpra-se a sua vontade!
Enquanto vida tiver , darei amor
não importando a quem,
pois nada perguntei
quando de novo aqui cheguei!
 
Abençoado  sois, Deus de puro amor!
 De joelhos agradeço,
a minha vida de volta,
o meu amor redobrado
o meu caminho trilhado,
Sou Guerreira!
Guerreira  o Sou!
 
Eda Carneiro da Rocha
" Poeta Amor'
www.albumpoeticoeda.com.br
 
*****
 
22. Guerreiro do Idílio
Tarcísio R. Costa
 
Quando lembro dos encantos
do nosso amor,
cheios de fantasia, de enlevo e sedução,
em que no meu e no teu coração,
 alternavam-se a alegria e a dor,
alegria nos momentos ternos de carinho,
dor, nos desencontros e das nossas dissensões...
 
Essas divergências, dizem que são o tempero amor,
é verdade, a vida sem essas nuances é linear!
 Acordemos dos nossos sonhos
 e voltemos a nos amar,
enfrentemos qualquer que seja o empecilho,
quero, diante de ti, sentir-me
um guerreiro do idílio
e viver eternamente a te amar
 
Tarcísio Ribeiro Costa
 
*****
 
23. Guerreira do Amor
*SussuLuz*.

Ah! se a mim fosse dado o poder
e o direito para escolher,
seria uma guerreira,
a guerreira do amor.

Me revestiria com a coragem, 
com a força e a determinação,
usaria a arma mais poderosa
de todos os tempos,
a espada do amor,
para atingir todos os corações.

Teria em meu exército os mensageiros
da paz e da luz. Minha luta seria: atingir  com amor
a cada coração da humanidade.
faria os corações inebriarem-se,
contagiarem-se,  envolverem-se com os
raios de energias da paz, da luz e do amor.

Que essas energias fizessem germinar
a semente do amor,
por Deus plantada quando nascemos,
e que todos pudessem crescer e  fortalecer,
que todo o universo
pudessem estar mergulhados
num imenso amor.

Assim eu pudesse, como guerreira do amor,
e com a espada do amor,
arrancar a escuridão do ódio, da mágoa e do rancor
que  deixam  em conflito e  cegam o mundo  de hoje
e que todos os corações pudessem
germinar a mais linda semente,
a semente do amor.

*****
24. Idílio da Paixão...
 M. Lourdes Brecailo

A relva campineira cobre o solo...
Onde caminhamos em silêncio...
De mãos dadas... apreciando o horizonte...
Que nos banha com seus últimos raios de sol...

O silêncio no eleva a alma...
Faltam palavras para dizermos...
O que sentimos neste momento...
De amor contido... e tantos sonhos.

O calor de nossas mãos revela...
O que os nossos corações almejam...
Pulsando cada vez mais forte...
Ofegantes... peitos amantes.

Olhamos um para o outro...
Profundamente apaixonados...
Não temos nada a esconder...
Um longo beijo... revela o nosso amor.

*****

25. Menino Guerreiro
Elizabeth Assad


De peito aberto, alma
limpa e coração valente,
guerreiro sou,
travando lutas,
vencendo batalhas.

Repouso nos campos
esse amor que me fortalece
e levo ao mundo em
verso e prosa.

Caminho conquistando
corações e espalhando
emoções.

Menino Guerreiro
que a vida em sonhos
transforma, conduzindo
seu caminhar.

Niterói - RJ
17/08/06

*****

26. Idílio
Milamarian

Devaneios mansamente vertem, esvaem-se de mim
de minhas mãos, o desabrochar suave de um amor sem fim
entre os ramos das cerejeiras reina um doce encanto
escorrendo em gotas de orvalho mais um acalanto.

Nos céus, o sol e a lua abraçam-se em terno sonho
fora da vida, o sobrevôo pelos campos em liberdade
posto ao vento mais um verso que componho
nas fantasias,o cenário florido da eternidade.

Brando e meigo pousa no regato nas colinas em flor
o alvo manto descendo as cordilheiras e que envolve
pende carinhosamente na alma sem rancor.

Das palavras proferidas em minha poesia és o dulçor
das flores sou orvalhada pétala que em carinhos dissolve
nas cores do arco-íris és arqueado azul em pleno amor.


Japão
13.07.2006
14:00

*****

27. 

SOU, GUERREIRA DO AMOR
GUERREIRA, DA PAZ
LUTO PELA VIDA, PELO AMOR, PELA AMIZADE,
EM CONTRA DAS GUERRAS INJUSTAS,

SOU GUERREIRA DA PAIXÃO POR VENCER
GUERREIRA, DE LUZ, E PAZ ENTRE OS HÍMENS
DE BOA VONTADE

NASCIDA GUERREIRA, SOU  MENSAGEIRA
DE DEUS, DE MEUS COMPROMISSOS, COM OS DIREITOS
DOS HOMENS QUE HABITAM POVOS INTEIROS
SEM DIFERENÇA DE RAÇA E CREDO

SOU PARTE DE UM GRUPO DE GUERREIROS DE PAZ
E SÓ TENHO ARMAS SEM BALAS
ARMAS DE HARMONIA, SOLIDARIEDADE,

SOU GUERREIRA DA VIDA
. LUTADORA  FIEL, PELA VICTORIA
DE TUDO AQUILO...IMPOSIVEL.
 EM RELAÇÃO COM AS VERDADES INFINITAS

MARIA- ALEJANDRA

*****

28. MERGULHO NA LOUCURA
Mara Rejane Lyrio

Me vejo descendo cachoeiras mansas,
Extasiadas pela minha calma e entrega!

Subo telas, muros e espaços vazios,
Percorro léguas de carinho e me saturo do sabor,
E quero mais e mais penetrar no céu azul
E dormir na maciez das nuvens,
Sem sentir a frieza da pedra em que me encontro sentada...

Desabafo poemas loucos para ouvir meu pensamento
Que se enrosca na inconsciência e parte pelo mar,
Em veleiros abandonados.

Chego num cais silencioso onde a vida se refaz,
E me encontro perdida pela amnésia de viver...
E eu,
Que sempre achei loucura mergulhar dentro de um sonho,
Agora acho que não há nada mais doce
Do que a loucura da natureza:
- Ventos uivantes,
Ondas quebrando o silêncio das praias,
Chuva caindo, sol queimando...

O meu corpo sobre uma nuvem se estende e vai mais além.
O meu ser percorre estradas poeirentas
E chega à bifurcação entre amor e ódio!
Então, sigo reto.
Procuro uma nova chance de me encontrar e sumo do mundo.

Crio asas e vôo para o mar...
Minha loucura se enobrece quando me encontro com os pássaros,
Creio que eles são loucos como eu, porque eles voam

O meu desejo vai além do voar e mergulhar...
A minha nuvem está no céu
E eu começo a sentir o frio desta pedra...

Descobri que ainda não alcancei minha nuvem,
Que ainda não voei com os pássaros,
Que ainda não mergulhei nas cachoeiras,
E que só subi telas, muros e espaços vazios!
(Mara Rejane Lyrio de Oliveira - do meu livro "Navegando..." - SBS- RS.

*****
 
29. NOSSA GUERRA DE AMOR...
Glosando A A de Assis
Gislaine Canales


MOTE:

Ah, o amor...o amor fascina,
quando na cama o combate
triunfalmente termina
num belo e gostoso empate!

Ah, o amor...o amor fascina!
Sempre tontos de emoção,
estouram, a adrenalina,
nossos beijos de paixão!

É quase uma guerra fria,
quando na cama o combate
usa as armas da euforia
e com elas se debate!

Com gemidos em surdina
a guerra do amor se faz...
triunfalmente termina
na calmaria da paz!

Nessa luta incontrolada,
ninguém exige resgate,
e ela é sempre terminada,
num belo e gostoso empate!

  www.gislainecanales.com
 
 *****
 
30. Exílio de uma paixão
(Beatriz por um triz*)


Como Fênix ressurgi das cinzas
onde minh'alma sucumbiu por décadas
enfraquecida pelo desamor

Subi aos céus nas mãos de uma paixão.
Acariciei anjos,
dancei com as estrelas,
adormeci nas nuvens de algodão.

Conheci a clausura na separação.
Os frios corredores que levaram-me
a masmorra indescritível da solidão.

Rastejei como cobra mendigando o afeto perdido
e com o peito doido amarguei meu exílio.
Fui a espera sem esperança,
pequenos flashs de lembrança,
do fracasso eu fui além.

E hoje em cada amanhecer que a paz  me alcança
guerreira sem a lança do desamor
lanço ao mar o rancor que me deixaste como herança
sem pudor abro meus braços para o amor.

*****