91-Um
Belvedere
 
um mendigo
um tostão
um pivete
um empurrão
um divórcio
  _solidão_
 
******
 
92-Terrível Solidão
Helô Abreu
 
Solidão
É sentir teu corpo
Mas não sentir a tua alma
Beijar teus lábios
Mas não beijar a ti
Ter alguma coisa vazia,
um buraco imenso
Cavado entre nós dois
Meus olhos não conseguem mirar os teus
com a mesma ternura
a despeito da imensa distância
Restando em nós
apenas a ousadia
Única coisa que explica
a estupidez dos nossos corpos
se aproximarem de novo
Passando por cima
do visível cansaço
De um amor que acabou
mas que teima em permanecer
Para só não ficar
Terrível solidão
Estar contigo
desejando não estar...
 
******
 
93-SOLIDÃO
Regina Bertoccelli
 
Durante horas na solidão da noite
fico pensando em nós
Em como tudo começou
No destino que nos aproximou
Na dimensão deste amor
No espaço que você ocupa em meu coração
Nesses nossos encontros,
loucos, furtivos...
Na conexão que criamos entre nós
No querer sempre mais
Na saudade deixada...
Sofrida, doída
Triste retorno à realidade
Então vou sonhar...
E abraçada ao meu travesseiro me entrego
Adormeço soluçando,abafando esta solidão...
E guardo sua imagem dentro de mim,
para daqui a pouco acordar,
e viver tudo de novo...
 
******
 
94-Um Toque de Romantismo
Sonia Pallone
 
"...Um raio súbito
de luz azulada
cruza,
o assoalho do quarto
em silencio...
E o luar,
despojado de boas maneiras
invade a minha solidão
e me faz sentir assim...
Tão sentimental !
Tão noite enluarada!..."
 

95-SOLIDÃO
Carol Rivers
 
Tem aquela solidão saudável
quando nos recolhemos
para dentro de nós mesmos.
Época de avaliar, pesar, pensar ...
Tempo necessário que precisamos nos dar.
Talvez, ir até o fundo do poço,
conviver com o escuro, a dor,
e depois renascer como o Sol
deixando a Luz e a claridade
tomar conta da nossa existência.
Mas ... existe outras « solidões».
Não há solidão pior
do que aquela que sentimos
quando estamos rodeados de pessoas.
Cada qual pensando e agindo
conforme suas próprias convicções.
Por certo isso é bom,
é necessário que cada um viva
de acordo com suas vontades e desejos.
Mas que não se retraia no seu mundo,
não recolha a mão, o ombro e o coração.
Mesmo nesse tempo maluco,
onde o TER ficou bem maior que o SER,
ainda é preciso exercitar a solidariedade,
ou melhor, é necessário esse exercício.
Oferecer o braço e o abraço,
o colo e o aconchego,
secar lágrimas e entregar AMOR !
Por maior que seja nossa dor
ela não é única.
 
jan./06
 
******
 
96-No meu sacrário
 
Entro e agarro minha alegria
Que. lute contra a solidão
Pego num texto e rimas de poesia
Entrego-me assim à minha paixão
No meu sacrario tem calices cheios de amor
Também guardo arrelias
O que tem dentro mais valor
São verdade e poesias
Amor que tenho, à cor
Que me da a natureza
São hóstias de meu amor
Valor de minha riqueza
As arrelias que guardo
Espero converte-las em carinhos
Perder o sabor amargo
De meus filhos e netinhos
Tenho mil poesias
Que falam de meu pensar
De prazeres e alegrias
De meu voar a sonhar
No sacrario não tem mentiras
Ou cheiro de mareais
A porta quase não abre
Encontroes de hipocrisias
Esta no sacrario não vão
Guarda-o o a mor e a verdade
Que habita em meu coração
Sem ódios, só piedade
Também não deixo entrar
No sacrario religiões
Estes fazem guerras par matar
Com poderosos canhões
São judeus contra os Árabes
São cristãos contra o Islã
São Hindus contra Guris
Nenhuma religião e irmã
Egoísmo não entra no meu sacrario
Dele sai a escravatura
Sai a guerra e sai a fome
Também sai a ditadura
De meu sacrario retiro
A verdade e o amor
Aferrolho a solidão
Faz um mundo mais giro
Dentro de meu coração
 
Por Armando Sousa
 
Armando.sousa@sympatico.ca
htp://www.pequeninapoesias.com.br
 
******
 
97-SOLIDÃO...
 
solidão o ermo espaço
só mesmo a quem escolhe
fechamento em mudo e surdo
aos sinais e sons do mundo...
 
mesmo só ...pela  janela dialogo
com a variação claroscuros
rosa-forte claro-médio quase branca
floração de ype... distante..
pela janela "ouço" as cores
adivinho pássaros nas folhas
e...em outros tantos...duendes!
percebo outros ...chamados
raios de sol no telhado
o abrir de uma janela...
gota d´água...pode ser...
princípio de grande corrente...
nos...divertidos  pregões dos feirantes
entre malícia e humor...a  fazer poemas rudes
oferecem fruta ...madura é a velha ranzinza
faz careta...mas ouve olha e " se vê
ser "...quando chamada... menina
ora ora... solidão é...passar pela vida
( pois a vida não passa...)
em expectativa...de...de...  "algo"
que nem se sabe ... bem o que....
=
helena armond
 
******
 
98-AUSÊNCIA
(Maria Petronilho)
 
HÁ EM MIM
UMA VAGA FOME
A QUE TALVEZ CHAME
AUSÊNCIA.
NÃO FALO DE SOLIDÃO
SOLIDÃO SERIA
SENTIR-ME VAZIA,
E EU SINTO-ME
TRANSBORDANTE
DE CARINHO, DE SORRISOS, DE AFECTOS
 
INTERESSO-ME POR TANTO!
 
NÃO SEI ONDE IR
NEM COM QUEM FALAR.
TENHO TANTO E NADA A DIZER!
FALTA -ME QUEM ESCUTE,
UMA VOZ QUE SALTE DO SILÊNCIO
E DIGA TAMBÉM VEJO E PENSO.
 
AMIGOS ESTÃO LONGE
NA BUSCA CONSTANTE
DO QUE OS ATORMENTE
VEJO CADA UM NA SUA VIDA
MERGULHADO NOUTRO MUNDO
QUE NÃO É NOSSO
ESTRANHO
 
COMO SE EU ESTIVESSE BOIANDO
AO LARGO DE TUDO
À DERIVA DE QUANTO ROLA
SE E-NOVELA
NA LUTA PERDIDA
GUERRA ABERTA
 
DESVAIRADA TERRA!
 
******
 
99-MINHA SOLIDÃO PASSAGEIRA
Raquel Caminha Matos
 
Se eu tivesse teu abraço sincero, cheio de candura,
a solidão não se atreveria a pedir passagem,
meus pensamentos só seriam de ternura
e esqueceria então, que tudo aquilo foi um miragem.
 
Às vezes encontro-me em total solidão,
volto ao passado tão lindo, mas já tão distante,
e me pergunto por que tanta mágoa no coração!
Volto à realidade, tento curar as feridas num instante.
 
O horizonte abre diante de meus olhos e no silêncio amargo,
o vento sopra suave, meus cabelos ficando em desalinho,
nessa realidade dou minha alma, já não sinto o peso do encargo,
um sorriso enche meu rosto de felicidade, vamos refazer nosso ninho.
 
Teu abraço sincero me fez sentir firmeza,
some de vez o vazio, a solidão que me sufoca e oprime,
fico ansiosa por querer dizer que você é minha fortaleza,
me ajoelho e agradeço a Deus, sinto que a confiança me redime.
 
Fortaleza, 17 de julho de 2006
 
******
 
100-NÃO QUERO MAIS SOLIDÃO
YVONNE ANITA MULLER
 
Solidão vai  embora não és bem vinda
desista você ja me fez sofrer .
Mudei de endereço, para você não me escrever
meu nome tirei da lista ,agora só quero PAZ.
 
Não habitas mais em mim .
Entendi que para preencher minha alma
e não me sentir sozinha ,
antes tenho que me amar .
 
Não adianta nada , eu sonhar .
Solidão você não pousa em mim como ave no ninho
Agora  vai  embora !
 
Vou arrumar outra companhia .
Outra rima pra escrever.
você foi ruim me sufocou .
Partiu meu coração em mil  pedaços .
Não serve para nada  só faz  sofrer.
 
BRAGANÇA
17/7/2006