Melyssa Mel

 

Natural de Uruguaiana - Rio Grande do Sul - Brasil - infância e adolescência felizes, irmã de Carmen Ortiz Cristal, do que lembro, me parece termos escrito a vida toda, sempre com a paixão no sentir a mover nossos corações...

Com 21 anos casei-me com Luiz Alberto com quem tive dois filhos, Marcelo e Rodrigo,  formei uma família a qual me dediquei sem, contudo esquecer a poesia, continuei a escrever, sem a intenção de publicar, mais escrevia por não poder controlar aquele impulso que me faz a alma em rimas... Sem a condição de estar na Internet, e por insistência de Cristal, tenho enviado a ela alguns rabiscos que espero de coração que seja de vosso agrado...

Á vocês amigos que não tenho o prazer de conhecer, mas que amo pelo carinho que têm me oferecido, a consideração de ler esses pedaços de mim, deixo aqui meus agradecimentos...

 

Poesias Melyssa Mel:

 

- SER OU NÃO SER POETA...
- IN ESTRUTURA!...
- FATALIDADE!...
- SERIAM MENTIRAS...
- AMOR SUBLIME...
- FOLHAS DE OUTONO...
- O MAR E EU...

 

 

 

 SER OU NÃO SER POETA...
Melyssa Mel
 
Não sei se nasci poeta
Apaixonada ou sem razão
Só sei que escrevo
O que trago no coração.
Sem fronteira
Sonho, amor e paixão...
Sou sentimento
Pura emoção.
 
Letras, poemas e versos,
Disso não sou esteta...
Faço das rimas meu refugio
Meu desabafo, meu protesto.
 
Sei que não tenho meta
Nem tão pouco religião
Apenas expresso
Em palavras
Que brotam do coração
O mundo que tenho em mim...
Sem intenção!...
O mundo que sou
O mundo que me rodeia...
 
Meu sentir, minha forma de ser...
Defendendo minhas idéias,
Chorando ou protestando
Fiel ao que acredito...
 
Não sei se nasci poeta!...
Nasci para amar
Falar de amor da forma que sei...
Apaixonada ou sem razão,
Sei que escrevo...
 
Porto Alegre
RS-BR
 
 

 
IN ESTRUTURA!...
Melyssa Mel
 
Ver o mundo e não ter você!...
É como ter o ar e não respirar
Sentir fome!...
Ter o alimento e não poder comer
Matar a sede com a água do mar
Não ter você!...
É ter a vida sem poder viver...
 
Porto Alegre
RS-BR


FATALIDADE!...
Melyssa Mel

Descansa à sombra de uma arvore
Cansado de tudo e de todos
Não chora as magoas do passado,
Mas lamenta as dores vividas...
 
A sombra do passado te esconde
Querendo apagar os desamores presentes
Não quer compaixão
Nem piedade.
 
Quer apenas viver um amor!...
À sombra de uma arvore...

Porto Alegre
RS-BR
 



SERIAM MENTIRAS...
Melyssa Mel

Como não lembrar um passado tão presente,
esquecer o que fomos e o que somos,
dizer que esse amor não existiu?!
 
Como esconder sentimentos tão vivos,
fingir que já te esqueci!...
Se ainda estás aqui, em mim...

Como dizer que o que sinto não é real?!
Transformar algo tão forte
em um sentimento banal...
 
Como dizer que não te amei se ainda te amo?!...
Meu!...
Primeiro e único amor...

Porto Alegre
RS-BR

 

 
AMOR SUBLIME...
Melyssa Mel

Perdido está todo esse amor,
Que brotou de um olhar...
Viveu feito criança!...
E desafiou os anos da vida,
como uma rocha viva...
Perdido está todo esse amor,
que sobreviveu das lembranças...
Soube fazer dos sonhos esperanças...
E das noites vazias, bonanças...
Perdido está todo esse amor,
Que nada pediu em troca...
Sufocou seu grito de dor:
E até superou a morte...
É um forte!
 

 

FOLHAS DE OUTONO...
Melyssa Mel
 
As folhas caem
Voam com o vento
Como a desafiar a gravidade
Nada mais as prende
Estão desprovidas de vida
Vão em busca do nada...
 
Como as folhas
deixo-me levar pelo destino
no mundo sem raízes
Solta, sem rumo, perdida!...
 
Vou a procura de ti
Como última esperança!...
Não te encontro...
Conformada
Já sem forças...
Como folhas,
Ao léu...
 
Porto Alegre
RS-BR
 
 

 
O MAR E EU...
Melyssa Mel
 
Mar revolto, vento forte!...
Forma-se a tempestade
Areias revoltas
Indo de encontro às ondas
Mar que tudo esconde
majestoso em teus mistérios
a mim nada revela
Não mostra teus segredos
Mas a ti conto os meus
Não vejo nas tuas profundezas
Mas já viste minha alma
Alma sofrida, triste, oprimida...
Alma que caminha errante
Em busca de paz
Vindo buscar
Em teus braços o consolo
escondida na tempestade
Um querer ser parte deste mar.
 
Porto Alegre
RS-BR

 

 

 

 

Voltar

 

 

Copyright © 2006, Mensageiros do Amor- Todos os direitos reservados.
Publicado: 06.04.2006  Última atualização:  18.09.2006

Webdesigner:  Sonia Orsiolli