Mulher... decifrada ainda seja
em plenitude... tua grandeza

Nas dores por vezes atrás
da luz do teu sorriso amigo
Nas batalhas travadas
rumo ao bem estar maior
No sincero bem querer
semeado em tua existência
Nas alegrias que espalhas
aos corações mais aflitos
Na coragem que nutres
diante das turbulências
Na mão estendida aos que
ao teu lado permanecem

No adorno em carícias
revestindo caminhos de lutas
No carisma de sua presença
exalando perfume da emoção
quando preciso se faz sentir
por tua voz...som do coração

Das raízes da paixão... exala
aroma de tua alma... Mulher
Derramas ternura por tua fala
semeia esplendor teu querer
Vens na maestria dos gestos
ilimitados no amor manifestos
Almejar... uma só diretriz
sublime direito de ser feliz


* * * * *

Mônica Ferreira Camargo
07/03/06



 

 



 






Publicado: 06.04.2006 
Última atualização: 12.11.2006