Meu nome é Nara de Amorim Pamplona, nasci em Fortaleza-Ceará, onde permeneci até a idade de 12 anos, quando meu pai, funcionário do Banco do Brasil, transferiu-se para a cidade do Rio de janeiro-RJ, onde tive toda a minha formação média e superior, concluindo a Faculdade de Direito e, pouco depois, logrando êxito em concurso para uma função pública, na qual permaneço até a presente data. Casei com um advogado fluminense, e ambos sempre cultivamos muito o amor às artes, sendo que, no início de nosso relacionamento, tinhamos o hábito de escrever versinhos um para o outro, os quais, em razão de mudanças, ainda não consegui encontrar. O amor pela arte de escrever vem desde a adolescência, quando escrevia pequenos trechos de poesias, quando a inspiração vinha sem que a esperasse. Após o início da minha carreira pública, não encontrei mais disponibilidade para escrever, mesmo porque a inspiração abandonou-me, pela própria natureza do meu trabalho. Depois, com o falecimento de meu marido, ocorrido há 7(sete) anos, reiniciei a escrever alguma coisa, para extravazar minhas emoções contidas, principalmente a dor da perda, ingressando no mundo das artes gráficas, e, agora, me sentindo mais leve, no da poesia, mas considerando-me uma amadora e pretendendo aprender muito com todos vocês, poetas maravilhosos, ainda mais que estou prestes a me aposentar.





 


 

 



 






Publicado: 06.04.2006 
Última atualização: 12.11.2006